don’t go away…


‘ ontem feliz, hoje meus dedos tremem, meu coração dói, é difícil ver as letras do teclado com esses olhos aqui querendo soltar lagrimas.
É garota para de ser tola, já disse pra você não se importar, já disse que era pra você esquecer-se de tudo e deixar as coisas como deviam estar, mas não você tenta você ta desafiando tudo sem saber o que é, vai se machucar e depois você vai lembrar o que eu disse!
‘ como esquecer? me diz? Depois de tanto tempo como pode tentar controlar minhas ações? Eu obedeci você por meses e meses e nunca saímos do lugar, agora que há um avanço você quer voltar? Sim, minhas mãos tremem de raiva e meus olhos querem expressar tal medo que eles têm, mas é assim, tentarei confiar nessa historia e tentarei dar o maximo de mim mesmo que isso exija muito e que as vezes doa.’
Ok garota, faça o que bem entender, mas lembre-se que enquanto ta ai, não há ninguém, ninguém mostra interesse nas suas mãos geladas e no seu choro engolido, você esta sozinha, assim como sempre esteve, você tem somente a mim e apenas a mim!
‘ você deveria parar de tentar me colocar pra baixo, devia dar chances a novas historias! ‘
Você lembra bem o que aconteceu na outra historia não é?
‘ sim me lembro muito bem, mas agora as personagens mudaram a historia mudo, não significa que há de dar errado, você deveria me apoiar já que é sempre a pessoa que esteve aqui, por favor apenas me apoie, faça essas mãos tremerem, faça meus olhos ficarem limpos…’
Me diz garota o que lhe importa agora no momento?
‘ o que me importa é o bem estar dela… ’
Faça o que bem entender, mas não sou eu quem controlará suas mãos e seus olhos, não mais! Agora são outras coisas, outros fatores que controlarão!
‘ então e agora? O que eu faço?’
Não sei, você não queria fazer o que bem entendia? Então! Agora faça estou indo embora, se algo acontecer, me chame e eu volto… agora você está por conta própria.

parte X – Story to wake up.

Story to wake up. (IX)


‘ Ela esteve meio sumida por uns tempos, ela continua sendo machucada por alguns cacos desse mundo, mas agora medo tomou conta do seu ser, ela está mais medrosa do que nunca, tem medo de se machucar, sua caneta não escreve mais, seu violão perdeu o som, sua cabeça está lotada de pensamentos confusos, o pouco de felicidade que havia acaba de escorrer pelos seus olhos. Sensação que a vida não será mais aquela onde tudo era mais fácil, mais simples, ela parou de escutar vozes alheias, paro de acreditar que as estrelas brilhavam por si só e não por dever; é agora nem seu coração bate igual, ele está louco. Aquele mesmo coração que há algum tempo estava todo quebrado e mal tratado está de volta; ainda quebrado, mas agora pode receber alguns novos consertos e voltar a tocar alguma melodia, uma melodia com alguns riscos por causa de um passado meio escuro, você se importa? Você ira ouvir essa melodia mesmo estando um pouco gasta? As vezes de tanto bater, coração chega a doer, temer que ele se machuque é inevitável, mas como irei controlar isso, pois bem hoje estou bem mas as coisas mudam rapidamente não é? É já mudou, vou ali enxugar mais um pouco da felicidade que está saindo dos meus olhos, e dar um espaço pra dor.

‘ Igualdade.

Às vezes temos vontade querer apenas não querer nada que seja difícil; nada que ouse passar do limite de tempo determinado em nossa cabeça; caímos na rotina; causamos efeitos iguais todos os dias; vemos aquele tio da padaria todo dia no mesmo horário servindo todos tão cedo; enquanto você dormia ele produzia algo que é essencial a muitos todos os dias; não há um dia que ele não esteja lá; fazendo o pão que vai pra sua casa e às vezes é até esquecido; ninguém liga até que ele endurece e é levado ao lixo ou reaproveitado com um pouco de molho ou patê que sempre fica melhor que o pão que veio quentinho; vai por ai o sistema dos seres vivos; Deus cria milhares de pessoa todos os dias; muitos já são retirados da prateleira pra serem criadores de vida; outros vão sendo esquecidos; ai quando eles acham que tudo acabo; vem algo que nos fortalece e nos torna melhor; dos dá a chance de ser criadores de vida também; tão melhores quando aqueles que foram escolhidos logo de cara; alguns brancos outros mais escuros; alguns recheados de doces outros que se desmontam a qualquer toque; mas todos iguais; todos com a mesma finalidade; criar e dar vidas; serem feitos todos os dias, para que o amanha seja descoberto. Não importa quem e como você é; o que você faz; perante á Deus e a qualquer humano que seja digno de amor; você é perfeito do jeito que é; você nasceu deste jeito e é assim que tem que ser até o fim. Igualdade social tanto para os negros; brancos; asiáticos; homossexuais; lésbica e todo ser humano que foi criado por deus.

‘ inesperado.

‘ ele trabalhava em uma danceteria; ela trabalha em outra cidade numa transportadora; ele tava na boate por trabalho; ela por diversão; ele todo igual aos homens da época; ela bem diferente das mulheres da época; ele a viu; ela o ignorou a festa inteira; ele não desistiu; no final da festa ele carregou os all star da moça pois os pés dela já estavam cansados daquele incomodo; ela aceita a companhia até em casa; ele sem jeito vai andando com ela a caminho da casa dela; ele se apaixonou; ela não ligou muito; mas no outro dia ele ligo; e ela? Percebeu que ele era diferente; amor aconteceu. A partir daquele dia; eles andariam todos os dias juntos; ele carregaria nas mãos o que incomodara ela e ela? faria ele se sentir diferente e completo todos os dias; namoram durante dois anos; estão casados à 23; não importa as defesas que você colocará em seu coração; ele será invadido a qualquer momento; você será pego de surpresa e de repente sua vida estará cheia de felicidade; os dias terão mais amor. Esses encontros que surgem em lugares não marcados; são os que levam a vida à diante. Esse amor foi tirado de um álbum de fotografia; contado dos pais as filhas; que comprovam que o melhor é aquele que aparece do nada; o amor surge no olhar de quem se aprecia o não conhecido; que se entrega a levar o que faz a outra pessoa se machucar; isso é amor. Amor é uma coisa clichê cheia de propósitos únicos a cada historia. Pois bem; essa historia ai; deu vida a mais 3 vidas; uma delas que está contando agora e outras duas que estão construindo suas historias de amor por ai. Edna e Paulo Toledo, mãe e pai como costumo chamar, saiba que historia de vocês é a minha favorita.

‘ manual.

‘ seria mais fácil; seria menos dolorido se a vida viesse com um manual; um livro simples dizendo sobre os segredos da felicidade; sobre os segredos do amor; sobre os segredos que terei que guardar dentro de mim; um manual de como terei que guardas esses sentimentos aqui dentro; um ensinamento sobre não me deixar levar sobre falsas promessas; um modelo de como te esquecer; um jeito de apagar certas coisas conforme minha memória se encha; que apague os vírus e não aquele momento de infância que eu gostei tanto. Mas não… esse manual ele vem, ele aparece no final desse percurso, e por incrível que pareça é você que escreve o seu próprio manual, apenas no final de tudo, quando já doeu, já esqueceu, quando já foi aberto todos os segredos ou até mesmo quando você não entendeu nada, esse manual vem em branco, você escreve nele cada momento da sua vida, e quando não há mais o que escrever, ele desaparece, assim como sua mente, ele irá embora, e será compartilhado apenas com você, ou aparecerá nas entrelinhas dos conselhos que você dá à amigos de passagem; sente aqui vamos trocar algumas paginas? Meu manual está meio gasto já; mas aposto que aqui há bem mais do que você possa imaginar; mas não há nada nele que possa me ajudar no momento; é manual… você é meu; mas não serve pra mim. Conselhos nunca servem pra quem lhe diz; talvez sirva pra quem irá escutar.